Conferindo Informações do Portal Consular do Itamaraty

Bom dia a todos!

Em meu último post escrevi sobre verificar a necessidade de visto no Portal Consular do Itamaraty.

Será que essas informações são 100% confiáveis e atualizadas?

A resposta é simples, a solução nem tanto...

Começando pelo mais fácil: NÃO!!

As informações não estão 100% corretas e atualizadas, e isso vale para praticamente qualquer fonte de informação disponível.

E agora?????

Não se desesperem, a exigência de visto para entrar em um determinado país não muda com frequência e seguramente para 95% vai estar correta.

Focarei, utilizando minha própria experiência, em ajudar você a chegar no 100% de certeza.

Exigência de visto para o Catar

Vamos pegar um exemplo da minha última viagem que foi o Catar, primeiro acerca do que consta no Portal Consular.

Portanto, para entrar no Catar com passaporte brasileiro precisa de visto, tanto para turismo quanto para negócios.

A melhor forma de conferir se essa informação está correta é consultar o consulado, pode ser no site ou enviando mensagem/ligando para eles.

No site do Consulado do Catar no Brasil consta o seguinte:

Ou seja, confere com a informação que consta no Portal Consular.

Como foi na prática em minha viagem?

Eu cheguei em Doha por volta da meia-noite e já estava tudo praticamente fechado no aeroporto. Perguntei sobre o visto para pelo menos 5 funcionários do aeroporto e não consegui uma informação que prestasse.

Eu não tinha visto para o Catar na ocasião e, sem informação, fui na cara dura até o guichê da imigração para entrar no país.

Isso não tem nenhum risco pois o máximo que irão fazer é impedir a entrada, não tem risco de ficar preso no país.

Para minha surpresa meu passaporte foi carimbado para uma estadia de 30 dias, sendo que eu nem tinha hotel reservado no país, uma vez que voaria na manhã seguinte e quis passar a madrugada em um city tour e comer alguma coisa em um dos raros restaurantes abertos de madrugada.

Foi perfeito, consegui entrar no país e na manhã seguinte embarquei para Miami, eventualmente eu vou relatar a dificuldade que foi conseguir um city tour e a maravilha que é essa cidade de noite.

Verifiquei mais a fundo a informação e no site da Qatar Airways encontrei a seguinte informação:

Aparentemente as regras de exigência de visto para o Catar estão em processo de mudança e apenas a Qatar Airways já atualizou a informação.

Talvez seja o único caso no mundo que esteja acontecendo isso e eu dei sorte de conseguir vivenciar esse exemplo, então eu não me preocuparia com problema similar para outros países.

Exigência de visto para o Bielorrússia

Bielorrússia, um país que muitos me perguntaram onde fica quando comuniquei que iria visitar.

Fiquei bastante apreensivo, uma vez que é uma ditadura, não sabia dizer quão intolerantes eles são para qualquer falha na obtenção de informações suficientemente corretas para entrar no país.

Em suma, eu estava morrendo de medo de dar alguma coisa de errado, e acabei me complicando quase que de propósito (falarei em breve mais adiante).

Novamente, o que diz o Portal Consular:

Belarus é outro nome para a Bielorrússia, aparentemente ambos são aceitos.

Perfeito, não precisaria de visto, até porque para a Rússia não é exigido e os países ainda tem fronteira parcialmente compartilhada.

Mas e o medo?? Fui confirmar no site do Consulado da Bielorrússia no Brasil.

Agora eu tinha uma informação oficial confirmando que eu não precisaria de visto para entrar no país.

Ressalto, com grande ênfase, que alguns países exigem alguns itens adicionais para entrada, além de vacinação e visto, e esse era o caso da Bielorrússia.

Portanto, eu precisaria de 2 páginas em branco no passaporte (tranquilo), seguro viagem que atendia especificamente a Bielorrússia e comprovante de que tinha meios de me manter durante minha estadia no país. Tranquilo, tudo isso poderia ser providenciado com facilidade.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE: Eu tinha, na ocasião, um seguro viagem da Allianz, então solicitei a eles uma declaração de destinos exclusiva para a Bielorrússia. Tetei pedir a mesma declaração para a Mastercard e eles não fornecem. Não sei se poderá ser um problema para quem quiser entrar na Bielorrússia com seguro do cartão, mas eu não me preocuparia muito pois é possível adquirir o seguro no próprio aeroporto, como tudo lá é muito barato o seguro deve seguir a mesma linha.

O que me deixou com medo foi a parte da Rússia, pois eu estava voando para Minsk, capital da Bielorrússia, exatamente a partir de Moscou!!!

Aparentemente eu poderia ir de avião de Moscou a Minsk sem problemas, pois no aeroporto eu passaria pela imigração, a única restrição (leia: ato ilegal) era ir da Rússia para a Bielorrússia por via terrestre, devido ao fato de que não há fronteira terrestre entre os dois países.

Eu confirmei também essa e outras informações com dois guias bielorrussos, por email, para ter 137% de certeza, principalmente com relação às outras exigências (leia: Ida a partir da Rússia).

Como foi na prática em minha viagem?

Em uma determinada manhã embarquei no aeroporto de Moscou em um voo da companhia bielorrussa Belavia (corajoso, não?).

Voo tranquilo, pousei em Minsk ainda de manhã, desci do avião, peguei as malas na esteira, passei por uma porta automática e...

...estava dentro do país, sem passar por alfândega e/ou imigração, sem falar com ninguém, sem apresentar a documentação exigida e sem carimbar o passaporte.

A primeira pessoa com quem tive contato foi o atendente na casa de câmbio, depois com a atendente que me vender um transfer até o hotel e em terceiro com a recepcionista do hotel, será que eu havia pulado alguma etapa?

Enfim, não era hora de se preocupar com isso e curti minha estadia nesse país maravilhoso.

Havia algumas outras recomendações que vou relatar em um post futuro, mas tudo transcorreu sem problemas e chegou a hora de embarcar, novamente em um voo da Belavia, para Varsóvia.

Era a hora da verdade, nesse caso passei pela imigração e a pessoa que pegou meu passaporte olhou todas as páginas para entender como eu entrei no país, até que viu minha entrada e saída da Rússia e então estava tudo certo.

Passaporte carimbado, deixei o país com vontade de voltar um dia.

Resumo da ópera

Para ter certeza do que cada país exige de quem viaja com passaporte brasileiro recomendo sempre consultar em 2 ou 3 fontes a informação para ter certeza que que não terá problemas em sua próxima viagem.

Para vários países eu já sei, como qualquer um das Américas ou da Europa e alguns da África, por serem locais/regiões para onde já fui ou pesquisei, mas quando me deparo com um país novo eu procuro sempre consultar em 3 lugares. A falta de documento e um problema sério que pode dificultar tremendamente a viagem.

Outra informação de extrema importância é a exigência "fora da curva" de alguns países, como é o caso da Bielorrússia.

Atente para combinações de entradas, por exemplo, para a Europa Schengen não é necessário visto para permanência de até 90 dias, mas quantas vezes eu posso entrar em um determinado período de tempo.

Quando fui para Moscou minha escala foi em Frankfurt, eu resolvi entrar no país (simplesmente porque eu posso com o passaporte brasileiro) e acessar o terminal first class da Lufthansa. O problema é que em alguns dias eu entraria novamente no Espaço Schengen através da Polônia, será que eu teria problemas com isso? Na hora eu não sabia e também não avaliei que poderia ser um problema. Felizmente eu podia entrar mais vezes e foi tudo tranquilo, mas é sempre bom pesquisar esse tipo de informação para evitar perrengues nas viagens.

#viagem #visto #passaporte #seguroviagem #vacina

POSTS RECOMENDADOS