Avaliação de Restaurante #11 - Fleming's - São Paulo

Data da Visita: 27/04/2019

Horário: Almoço

Local/Unidade: Av. Cidade Jardim 318

AMBIENTE - 9/10

O restaurante é muito amplo, com mesas espaçadas e cadeiras confortáveis.

Decoração bonita e limpa, mas não gosto muito de carpete em um ambiente onde cai comida basicamente o dia inteiro. Estava muito limpo e sem cheiro, nada a reclamar, mas é estranho.

Por outro lado, o carpete contribuiu para que fosse um dos restaurantes mais silenciosos que já fui, sem barulho de passos, louças e outros que, somado às conversas, poder tornar um pouco desconfortante o ambiente de alguns estabelecimentos.

Minha única reclamação, e por isso tirei 1 ponto, foi com relação aos bancos, que são um pouco inclinados para trás e um tanto quanto desconfortáveis.

Não tirei ponto pelo carpete porque, apesar de ter achado estranho, não vi nada que pudesse ser condenável, a limpeza estava impecável. e se as autoridades sanitárias dizem que pode ter carpete quem sou eu para dizer que não pode.

SERVIÇO - 10/10

Não tenho o que condenar do serviço que recebi no Fleming's.

Fomos recepcionados e levados à mesa, com muita cordialidade e educação, mesmo estando claro que aquele não era um ambiente que costumávamos frequentar.

Os pedidos foram tirados, solicitei uma sugestão à garçonete e ela prontamente me deu duas sugestões e explicou um pouco os pratos, excelente, já devem ter percebido que eu gosto um pouco de conversar.

Entre os pratos uma pessoa passava limpando o farelo da mesa, pois eu comi uma sopa com pão e sim, fiz um pouco mais de farelo do que queria.

Tudo veio correto, rápido, no ponto certo. Louças estavam limpas, talheres idem.

Enfim, não consegui encontrar motivo nem para tirar meio ponto, foi impecável.

COMIDA - 9/10

Logo que sentamos à mesa trouxeram um pão temperado com dois patês, cortesia da casa, achei um diferencial enorme, principalmente por que minha entrada foi uma sopa e aproveitei o pão para jogar dentro.

Eu gosto muito de sopa de cebola, mas geralmente peço em restaurante francês. Resolvi arriscar e, tendo ido no restaurante francês poucos dias depois, volto no Fleming's 100 vezes para comer a sopa antes de ir de novo no bistrô.

Bom gratinado, o queijo derreteu quando afundei e foi possível comer se segurar a tigela, o pão que vem dentro da sopa era bom, o tempero não era pronto comprado em mercado e a cebola estava macia e bem feita. Não foi a melhor sopa que eu já comi, mas foi a melhor no Brasil. Até a aparência estava muito bonita.

Para o prato principal pedi um ribeye, um dos meus cortes preferidos, com cogumelos e batata gratinada para acompanhar.

Esse é o ponto americano, não o francês, então pra mim passou um pouco, pois o meio está morno e em tons de rosa ao invés de avermelhado. Porém isso não é um erro, no cardápio estão explicados todos os pontos da casa e veio exatamente como no cardápio. Outro ponto que gostaria de destacar é a simetria entre a parte de cima e de baixo, isso é muito raro de encontrar mesmo nos melhores restaurantes de carne de São Paulo. Destaco também a crosta da carne e o fato de ter descansado devidamente, não ficando sangue no prato. Enfim, falando em técnicas foi uma das carnes mais bem feitas que eu já comi.

Para acompanhamento pedimos, na mesa, batata gratinada e cogumelos.

Os cogumelos eram shitake, portobelo e paris, dentre os meus preferidos, e estavam em um ponto perfeito. Foi o prato com maior quantidade de cogumelos que já recebi, sem muito enchimento.

Quanto à batata gratinada, uma imagem vale mais que mil palavras, estava absurdamente bem feita e gostosa, deixo elogios ao restaurante por isso.

Com relação ao prato principal, tirei 1 ponto do estabelecimento nesse critério porque vem muita pimenta do reino em tudo, então acaba dominando e homogeneizando o sabor. Era uma carne tão boa e poderiam potencializar o sabor da carne ao invés de mascarar um pouco. O mesmo vale para os cogumelos igualmente apimentados. E olha que eu gosto muito de pimenta, desde que não roube a cena. Para mim passou um pouco.

A batata gratinada também tinha uma boa quantidade de pimenta, mas nesse caso combinou mais e, mesmo sendo o item mais apimentado da mesa, eu achei que ficou equilibrado.

Para finalizar, a sobremesa foi um lava cake, recomendação de dois garçons diferentes, então não teria erro né? Pois é, tenho que humildemente dizer, na lata, que não teve, foi tudo isso mesmo que disseram.

Uma bela sobremesa, sem nada no prato que não deveria estar no prato, não muito doce, com bastante "recheio" líquido no bolo, que se assemelha a um petit gateau.

O bolo era pouco doce, com sabor forte de chocolate, e levemente quente, contrastando em vários aspectos com o sorvete, com destaque para a gordura do sorvete envelopando o amargor do chocolate na boca, perfeito. Para dar um toque de doçura um pedaço de praliné colocado junto deu um pouco de complexidade de sabor.

Não tinha acidez, porque não precisava, e achei muito equilibrada. Um pouco grande, mas como dividimos foi na medida.

Além disso o prato era bonito e bem montado. Mais um elogio pela excelente sobremesa.

No geral ressalto como ponto fortíssimo o respeito do restaurante com as técnicas e com os ingredientes. Tirei 1 ponto por uma questão de tempero, mas não teve nenhum erro de elaboração ou técnica, muito pelo contrário, foi o livro de culinária seguido à risca e com maestria, da elaboração ao empratamento.

CARDÁPIO - 9/10

O cardápio foi exatamente o que eu esperava de um restaurante americano de carnes. Tinham várias opções de carnes, peixes e frutos do mar e também de entradas e acompanhamento.

Por que eu tirei um ponto então? Eu gostaria de ver mais cortes de carne, tem o Angus e o Prime, mas os mesmos cortes dos dois, gostaria de ver alguns cortes menos prestigiados elaborados com maestria, como o brisket, acém, fraldinha, dentre outros. Achei que o restaurante poderia aproveitar seus bons cozinheiros e trazer algo a mais, mesmo que isso implique em servir cortes diferentes do que é servidos nos Estados Unidos.

Em suma, coloquem dois cortes de segunda no cardápio e será nota 10 sem sombra de dúvida.

PREÇO - 8,5/10

É verdade que é possível comer um prato por R$ 65 e dividir um acompanhamento de R$ 33, saindo um total de R$ 163 para 2 pessoas, o que é um valor bom pela qualidade da comida.

Contudo, na média eu achei os valores das entradas, dos pratos e das sobremesas um pouco puxado. Logicamente tudo se justifica pelo ambiente, atendimento, localização etc, mas minha comparação foi com similares, ou seja, Rubayat, Pobre Juan, dentre outros, e acaba, no final, saindo um pouco mais caro comer no Fleming's.

Por isso a nota um pouco mais baixa nesse critério.

Seria nota 8, mas eu dei mais 0,5 por conta do "rodízio" onde é possível comer salada, 3 cortes de carne e acompanhamentos, tudo ilimitado, por R$ 90 por pessoa, o que eu considero um preço excelente e certamente irei retornar para comer, fazendo a avaliação em seguida, principalmente porque é por tempo limitado.

Como sempre, eu encontro algum desconto para ir aos restaurantes, caso contrário não teria condições de frequentar esses restaurantes mais caros e nem sair quase todo final de semana pra comer fora.

Nesse caso eu usei o Duo Gourmet e, como era esperado, o atendimento não deixou nada a desejar por conta do cupom, que foi inclusive muito fácil de utilizar, não precisei nem mostrar o voucher e o desconto já veio automaticamente na conta.

Uma refeição excelente com um preço um pouco acima da média. O cupom de desconto ajudou um pouco, mas estamos falando de R$ 300 para 2 águas, 1 entrada, 2 pratos e 1 sobremesa.

AVALIAÇÃO FINAL - 9,1

Eu tenho sido bastante rigoroso nas minhas avaliações, pois quero valorizar muito as notas altas. Assim sendo, o Fleming's foi um dos melhores restaurantes que já fui, mesmo custando mais caro não está tão acima dos seus concorrentes diretos e o cupom fez ficar até um pouco abaixo.

#restaurante #avaliação #carnes

Posts Relacionados

Ver tudo
POSTS RECOMENDADOS