O Poder dos Centavos

Bom dia a todos!

Venho preparando esse post faz algum tempo, agora chegou a hora de compartilhar com você o que pode ser o início da sua próxima experiência.

Voltei aqui, um pouco antes de terminar o texto, para inserir esse parágrafo e alertá-los sobre o que está por vir. Se passarem desse ponto vocês não lerão um post, mas algo que ficou tão grande que estou considerando quase uma crônica, e já aviso que não vai ter muita figura. Considerem-se, portanto, devidamente alertados. I'll be back!

(Antes de voltar para o futuro, aviso que provavelmente farei uma versão "light" desse post apenas com o conteúdo útil)

Já ouvimos, ou pelo menos eu já ouvi mais de uma vez e estou me projetando em vocês, frases do tipo: a riqueza está nos centavos.

Eu lembro claramente de um dono de um restaurante que dizia isso, que um simples guardanapo desperdiçado podia ser o divisor de águas entre enriquecer ou não.

Mas é verdade mesmo? Até onde os centavos podem nos levar?

Quando escrevi "há algum tempo" lá em cima no post eu propositalmente não disse há quanto tempo venho planejando isso, estou falando de anos, quase uma década na verdade, me preparando para o que estou lhes escrevendo nesse momento. Tudo começou muito antes de eu sequer cogitar ter um blog.

Sem ter um objetivo claro em mente eu acabei tendo um resultado até melhor do que o esperado e o que gostaria de compartilhar com vocês é minha experiência pessoal e até onde os centavos me levaram.

Começando do começo, de que centavos estou falando?

Ao longo de minha vida foram vários, começando por centavos mesmo, moedas, eu já juntei provavelmente três dígitos de moedas desprezadas, que seriam gastas com besteira e acabaram tendo um propósito muito maior, como comprar uma calculadora para a faculdade, completar um álbum da copa do mundo de 1998, comprar um jogo novo de Super Nintendo etc. Estou falando aqui da época que eu tinha menos de 10 anos e que perdurou até pelo menos 17, quando entrei na faculdade.

A semente estava plantada, ver moedas "sem valor" virarem algo que, como criança, eu não tinha perspectiva de poder comprar ativaram uma região do meu cérebro voltada para o planejamento a longo prazo.

Como adaptar, então, esse pequenos devaneios infantis para algo que mantivesse o sentido em anos vindouros?

Falo agora da última década, mais especificamente quando comecei a planejar melhor as coisas e a valorizar um pouco mais as experiências que estão aí para serem vividas. Ou seja, eu não só institucionalizei o acúmulo de moedas como passei a fazer planos a médio e longo prazo.

O que são, portanto, as "moedas dos adultos"?

Ater-me-ei a 5 fórmulas de acumular dinheiro de graça, mas ao longo dos meses vou ensinar mais coisas a vocês para complementar essas 5 iniciais.

A graça disso tudo é que pode-se ter todas ao mesmo tempo, sem ter que escolher ou abrir mão de alguma em algum momento, e foi isso que eu fiz, pois cheguei em uma encruzilhada no caminho da minha existência onde as moedas que antes não eram dinheiro passaram a ajudar a quitar os boletos infindáveis que insistiam em chegar mesmo sabendo que em alguns meses minha conta bancária estava zerada.

Não podia mais contar com as moedinhas fiéis que me acompanharam por alegres anos de minha vida, pois agora eu precisava delas, e elas não precisavam mais de mim.

Deveria eu, enfim, encontrar algo a mais, uma forma de materializar dinheiro do ar, colher dinheiro em árvore, encontrar uma caixa mágica onde eu trancasse um porquinho por um tempo e ele saísse cheio de dinheiro.

Hoje, felizmente, eu posso dizer que encontrei essa caixa, na verdade 5 caixas.

A primeira, e mais simples, é a Nota Fiscal Paulista (ou o equivalente no estado de vocês), onde o simples fato de colocar CPF na nota me rendeu um bom dinheiro ao longo dos anos.

Ao longo de mais ou menos 8 anos consegui R$ 2.482,36 com o simples fato de passar a colocar CPF na nota. É pouco, é verdade, mas veio de graça, quantos presentes de quase R$ 2.500 ganhamos na vida?

Essa foi a primeira das caixas e, não sendo suficiente, passei a procurar outras.

A segunda foi encontrada com a possibilidade de receber de volta parte do dinheiro gasto em compras, pelo simples fato de que a loja para uma comissão a um segundo site que a indica e esse site decide compartilhar essa comissão com você.

Genial a ideia, e na prática?

Existem várias formas de ganhar dinheiro de volta, eu escolhi o Méliuz e já recebi R$ 2.878,53 e tenho hoje um saldo de R$ 558,48, totalizando R$ 3.437,01 ao longo de aproximadamente 5 anos.

Para utilizar o Méliuz basta se cadastrar no site ou, se preferir, pode se cadastrar no site referenciado para ganhar R$ 5. Quando for realizar uma compra online é só acessar o site do Méliuz e redirecionar para a loja de sua preferência através dele. Depois disso é só comprar normalmente e o dinheiro de volta vai automaticamente para a sua conta do Méliuz, de onde pode ser transferido para sua conta sem custo.

A segunda caixa foi melhor que a primeira, mas não parei por aí, fui atrás de outras.

Encontrei uma caixa pequena, mas que seria responsável por engordar ainda mais meu porquinho guardado nela, chamada Google Opinion Rewards, que é basicamente um aplicativo que instalei no celular e que frequentemente me manda pesquisas bem rápidas para responder e me remunera por participar.

Como eu ressaltei, é uma caixa pequena, que me rendeu R$ 166,85 em mais ou menos 3 anos. Não é muito, na verdade é bem pouco, mas é de graça, se fosse só R$ 10 eu pegaria da mesma forma.

Vamos então à quarta caixa, o dinheiro de volta do cartão de crédito. Nesse ponto eu esbarro quase que intencionalmente em milhas aéreas, mas pode ficar tranquilo que ainda falarei muito sobre esse assunto nesse blog, além de ajudar você a ter o cartão de crédito que melhor irá atender seus anseios.

Voltando, alguns cartões de crédito retornam uma porcentagem do seu gasto, qualquer gasto, e eu tenho 2 deles: Original Mastercard Black e Méliuz Mastercard. Como o Méliuz Mastercard eu tenho há apenas 2 meses vou me ater ao Original nesse post.

Com o meu cartão eu consegui R$ 348,53 em cerca de 1 ano, valor considerável, apenas por usar o cartão de crédito.

Vamos, sem mais delongas, à quinta e última caixa acerca da qual escreverei nesse post, que é o AME Digital.

O AME é um aplicativo que retorna dinheiro ao comprar nas lojas da B2W, que são Submarino, Shoptime, Americanas e Sou Barato.

O que impressiona aqui é a quantidade de dinheiro de volta, que chegou a 100% em muitos itens que comprei. Esse é um saldo que acumula realmente muito rápido.

Não tenho como tirar print da tela de extrato por segurança do aplicativo, mas em 1 ano eu consegui um total de R$ 9.232,94 de volta, um absurdo.

Agora que vocês tomaram conhecimento das 5 caixas, eu lhes trago a informação mais importante desse post:

É possível combinar Méliuz, Dinheiro de volta no cartão de crédito, Dinheiro de volta no AME Digital e Nota Fiscal Paulista em uma mesma compra, ganhando assim de 4 formas diferentes, e o melhor, sem gastar um centavo com isso.

Somando tudo que eu ganhei até hoje, o valor fica em R$ 15.667,69.

É um valor bem alto, mas foram anos de dedicação, talvez você não consiga um valor expressivo no começo. Não desanime com isso, pense apenas em aproveitar da melhor maneira possível o que você ganhar com minhas dicas.

Se conseguir juntar R$ 200 leve uma pessoa especial a um jantar especial;

Se conseguir R$ 500 vá conhecer uma cidade próxima e coma muito bem durante essa viagem;

Se conseguir R$ 1.000 conheça uma cidade próxima e passe 1 ou 2 noites por lá para relaxar.

Se conseguir R$ 1.500 tome um avião e faça uma viagem com alguém para um dos belos destinos brasileiros.

Se conseguir R$ 2.000 já é possível começar a pensar em uma viagem internacional para 2 pessoas.

E por aí vai, o que você consegue fazer dependerá da velocidade com a qual você conseguirá juntar dinheiro e o prazo do seu planejamento.

Agora não tem mais desculpa para não planejar sua experiência incrível. Planeje aquela viagem com seu filho, hoje recém nascido, quando ele completar 5 anos. Planeje aquela viagem para pedir alguém em casamento, ou para comemorar um casamento. Planeje um jantar especial para celebrar um momento especial.

Ao contrário daqueles vídeos que nos perturbam antes de ver algum conteúdo no Youtube, essa é uma forma real de ganhar um dinheiro extra, na qual você não precisa mudar drasticamente seus hábitos e, principalmente, não precisa investir nada. É realmente dinheiro de graça.

Eu pratiquei durante quase uma década as diferentes formas de valorizar ao máximo os centavos que estão aí para serem coletados, e é com a maior satisfação do mundo que eu pude compartilhar isso hoje com todos vocês, trazendo o meu caso real, com valores reais, do impacto desses pequenos hábitos em minha vida.

Não irei, contudo, parar por aqui, pretendo complementar muito mais essa ajuda, em um primeiro momento explicando melhor algumas das caixas apresentadas, depois ajudando você a escolher um cartão adequado às suas necessidades e, espero chegar nesse ponto, abrir mais algumas caixas para vocês.

Se alguém usar qualquer trecho do que eu escrevi aqui e quiser compartilhar, me sentirei completamente honrado em ouvir sua história, para mim será a concretização do objetivo desse blog, ajudar pessoas, independente do conhecimento prévio, a viver experiências incríveis ao lado de pessoas incríveis.

É com 7897 caracteres e 1667 palavras que eu me despeço do que foi o post mais longo até hoje.

Comece a planejar sua próxima experiência de graça e Se Joga Na Viagem!!

#viagem #desconto

POSTS RECOMENDADOS